Desaparecer..

(…)

as ruas do mundo são intermináveis:
veias espalhadas na superfície do mundo.

É possível avançar por ruas durante toda a vida,

perder a força nas pernas, cair de joelhos

e

morrer,

transformar-se lentamente, com a chuva,
com os anos, no empedrado da calçada,

diluir-se entre as pedras,

como pó,

como àgua,

desaparecer.


José Luis Peixoto, in Cemitério de Pianos

Advertisements

One thought on “Desaparecer..

  1. e eras tu com o jlp, que acabáste postando, e eu com os outros dois e não saiu nada ali para o outro lado.. mas tu não me desapareças hun? que acabei pondo ali qualquer coisa assim meio sei lá, só para dar côr àquilo, já que não te apanhei xD

    pelo menos uma foto com côr eu já arranjei para aquele m sítio não ficar assim munto coiso tadinho, mas ahm.. isto aqui não anda assim muito kinda sad and depressed? :/

    5 euros! mas ainda posso pensar num desconto se o próximo post, e com côr, fôr teu :p *

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s