4.

img_969

passo os dias a observar os objectos

sinto o tempo devorá-los impiedosamente

arrasto comigo o cheiro amargo da memória

mascaro os dias com palavras cujo significado perdi

mas nenhuma felicidade vem alojar-se no coração

o mundo que te rodeou continua inaudível e perdido

apodrece nas fotografias arrumadas dentro da gaveta

debaixo da roupa engomada

o aparo da caneta imobiliza por trás de cada palavra

o som dos poucos objectos com que partilhámos a vida

fica com as máscaras de tinta a morderem-te a noite

eu parto para qualquer país onde não exista

Al Berto, in O Medo

Advertisements

2 thoughts on “4.

  1. a joana:
    não particularmente contente com o conjunto.
    gosto.

    acho que vamos continuar a parceria :p
    aqui e ali, claro.

    ate já. :)

    Like

  2. ah mas eu também gosto, e está muito melhor que lá no outro coiso!

    maravilha!! aqui e ali, claro.. e já vi as coisas por lá e parecem-me muito bem ^^

    e já agora aproveito para responder mesmo aqui que ainda não viste nada pq vou pôr no outro coiso, que no mesmo já não faz sentido :)

    mas e tu estás a falar dessa musiquinha que puséste aqui, é? eu não roubei isso, oh.. tenho muitas desse senhor.
    queres algumas, queres? :p

    eu sou uma roubalhona sim, mas é dos textos :’)

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s